Caros amigos, após meses de ausência venho deixar um pedaço de mim nas próximas entrelinhas. Muitos dias se passaram, muita coisa aconteceu... TCCs, trabalhos, empregos, preocupações... 
 
Ó meu Deus! E aquela paz que me prometestes quando acabasse o semestre da faculdade? Onde está? 
E os dias de folga? 
E aquele final de semana na piscina, com muita diversão, sem avisar ninguém?
Estava tudo combinado! Eu sei que o Senhor se lembra!

Não tínhamos acertado nada de manter distância, segurar a barra, nem de deixar lágrimas correrem...
Deixo então, meu coração em Suas mãos!  

Olá Turma, segue abaixo o poema mais lindo e único que já fizeram pra mim! Obra do Rodrigo Fukunaru (o homem que mais está presente na minha vida). Esse foi uma das coisas mais lindas que já recebi, entre música, surpresas, entre outras... EU TE AMO MUITO!
Aline


Como é difícil pensar em minha vida sem você, imaginar meu dia sem o seu sorriso, sem o seu abraço, sem o seu beijo doce...


Foi tão simples a forma como você entrou na minha vida, chegou como se sempre estivesse aqui, e se Deus permitir, vai ficar aqui comigo sempre!


Adoro seu jeito, suas brincadeiras, seu corpo e até com seus ciúmes. Adoro afundar minha cabeça no seu pescoço e ali encontrar a paz...


Às vezes me divirto pegando eu mesmo pensando em você, sempre nos horários mais impróprios, em uma reunião, visitando clientes, parado no semáforo aberto! Você faz da minha vida uma experiência mais leve, solta e feliz!


Em certos momentos nem eu acredito que consegui conquistar o coraçãozinho da mulher mais linda do mundo, mas ai me lembro dos momentos maravilhosos que passamos juntos e de todos os planos que temos para passarmos outros tantos e tenho certeza que meu sonho virou realidade!


Te amo princesa!

Read More......
domingo, 5 de dezembro de 2010 Posted in | , , | 1 Comments »

Junho foi o mês de mudanças, resoluções e etapas finalizadas. E cá estamos nós (eu e a vida) de mãos dadas e muito caminho a seguir.
Desculpem pelos posts não transcritos para o Turma Reunida. Mas todos eles seguem em meu caderno, escritos durante viagens, numa espera ou num dia de maior desespero.

Confesso que o que mais me interessa é escrever fatos verídicos e diariamente vejo a diversidade no povo brasileiro e asusmo que isso me intriga e me interessa demais...


Cada qual na sua história e com o seu caderno
O menino perde a bola conforme o balanço, os ambulantes trabalham de vagão a vagão com medo da fiscalização, bala, chiclete, chocolate e agulha. Nos bancos não se encontram vagas.

A senhora sentada perto da porta está perdida nas estações, pede informação, atende o celular e finalmente desce. A menina ouve música em alto volume enquanto a voz de fundo pede para que usem fone. O jovem concetrado lê um livro e a moça o jornal semanal que entregam no embarque. Os dois amigos conversam sobre mulher, telefonemas, namoro e besteiras.

O casal tem um filho pequeno que é carismático, sorridente,  acena tchau com os olhinhos arregalados e logo em seguida dá duas piscadinhas para a senhorita sentada ao seu lado. A tia viaja com os sobrinhos, eles que riem durante a conversa e discutem sobre o que farão nessas férias e quais histórias querem ouvir antes de dormir.

O menino se concentra em meu caderno e nas palavras escritas. Ele acompanha todo o texto, eu paro, me direciono à ele e então sorrimos!




Logo mais eu desço, sigo feliz, apressada e amando. Vou sem pensar muito o que me espera ou o que tenho para fazer. Prossigo tentando observar cada vez mais, cada um com a sua história, cada um com seu jeito...

"Cuidado com o vão entre o trem e a plataforma"


Abraços! Até logo!

Read More......
sábado, 10 de julho de 2010 Posted in | | 2 Comments »

Depois de uma palestra bem cansativa com o professor Zugaib parei e pensei: Será que os meus planos são pra curto, médio ou longo prazo?

Será que estou planejando muito o meu futuro em cima de outros planos?
Algumas coisas já alcançadas, mas será que estou esperando muito para conquistar as demais?
Ou será que estou no caminho certo?

Às vezes falta uma luz, então, o relógio bate: 18 horas. Siiiiim! Eu consigo ver, é uma luz! Aquela que sai do fim do túnel e vem ao meu encontro. E confiando nela eu vou em sua direção!     E tenho a certeza que: estou no trilho certo da vida, seguindo a luz do sucesso!

E você? Está no trilho certo? Ao encontro da luz dos seus desejos?

beijos!





Read More......
terça-feira, 18 de maio de 2010 Posted in | | 6 Comments »


Poeta das Flores,

Em resposta ao seu lindo poema, tenho que confessar que tentarei fazer com que minhas palavras sejam tão belas quanto as suas, talvez meus mais puros e deliciosos sentimentos apareçam ao pé do seu ouvido, ou na ponta de uma caneta ao escrever uma carta de amor. Mas, permito-me uma réplica à sua forma de amar.

"Até nossa sombra é feliz!" Eu e ele, ele e eu: nós quatro!
Permito-me acordar todos os dias do seu lado e sussurrar no seu ouvido um “Bom dia meu amor!”. 

Deixo você me levar para lugares desconhecidos, fazer loucuras, fechar meus olhos e guiar-me até a lua. Permito-me também, me embebedar de vinho, dançar no meio da multidão contigo, ouvir as batidas do seu coração.

Me gire até ficar tonta e só pare quando eu gritar de desespero!

Durma no meu colo, aperte a minha mão.
Sinta o meu coração...

Deixe-me sentir ciúmes, escreva todos os poemas, componha músicas e se lembre de mim a todo instante.
Tire muitas e muitas fotos de nós dois e guarde-as na caixa da saudade, para mostrá-las aos nossos netos.

Oh meu bem, faça parte do meu mundo, independente do mundo lá fora.
Vamos descobrir juntos vários lugares, desvendar sentimentos, acabar com meus medos, rir das minhas piadas mais tolas. Venha me ensinar, me fazer crescer.

E sim, segurarei sua mão e seguirei contigo...
Permita-me te amar, eternamente...

Beijos da eterna amada!

Read More......
quarta-feira, 21 de abril de 2010 Posted in | | 2 Comments »

Eu sou do tipo de pessoa que enjoa fácil das coisas, no sentido visual, então tive a ideia de colocar uma nova roupagem no Turma Reunida, com isso agora ele está de cara nova e eu estou muito feliz com tudo. Pois o meu bloguinho querido está lindo de viver! Mas é necessário lembrar que se ele está lindão é porque tive a mãozinha de grandes entendedores!


O Guilherme Diogo me deu várias dicas, me acompanhou e se prontificou a colaborar em todos os momentos! E pra você que quer conhecer um pouco mais do Gui, é só entrar no blog Pensamento Livre e ver as poesias e textos que ele escreve.

Agradeço ao Fabricio Modesto Dolci (adoro o sobrenome dele, e de modesto ele não tem nada! *risadinhas*), amigo de net que me ajudou com os últimos detalhes e tirou muuuitas dúvidas até muito tarde da noite! Deu muitas dicas e foi muito simpático colaborando com as imagens. Vocês podem ler, ver fotos e conhecer mais sobre ele  e seu trabalho no site do Fabricio Dolci.

Preciso agradecer também aos grandes companheiros, que sempre estão ao meu lado, 
a Carol Vasconcelos com o Blog da Agapita. Essa menina entende tudo sobre moda, é só perguntar que ela responde! É chiquééérrima e minha amiga!

E tenho comigo em todos os momentos o Rodrigo Fukunaru, que me acompanha durante as madrugadas e em todas as horas possíveis. Ele também deixa suas ideias no 
Observando o mundo, dá uma olhada lá!!!

Admiro e agradeço muito os citados e recomendo os blogs, cada um na sua especialidade e no seu ramo. Obrigada turma, até os próximos ajustes e espero estarmos sempre reunidos! Se possível, deixe o seu parecer sobre o novo visual do Turma Reunida.
Muito obrigada, beijos!

Read More......
segunda-feira, 8 de março de 2010 Posted in | | 4 Comments »


Lendo o artigo de Walcyr Carrasco “Astral & Animais” na revista Vejinha do dia 24 de fevereiro e ele ressalta a importância dos animais em nossa vida. São eles que nos acompanham durante grandes e importantes momentos. E por 10 anos tivemos um grande companheiro em casa. O nosso “Gordo feio mais lindo desse mundo” - eu o chamava assim de vez em quando!


   Numa noite em 1998, estávamos em casa quando ouvimos um choro no portão, era um cachorro fofinho, com cara simpática que pedia abrigo. Com o tempo descobrimos que durante a semana ele ficava com a gente e os finais de semana ele passava com uma outra família (conhecida por nós). Foi assim durante um bom tempo, alguns anos. Os dias foram passando e essas viagens, talvez, começaram a cansá-lo, então o Gordo ficava apenas conosco. Esse espertinho conhecido como Gordo, Fluckinho, Gordinho, ou simplesmente Fluck, seu nome de origem. O cachorro mais doido em nossas vidas. Ele foi o qual a família inteira sempre teve carinho.

    Não tinha o costume de entrar em casa, mas era só ouvir um trovão que já começava a tremer e quando menos imaginava estava ele debaixo da mesa do computador, bem escondidinho e trêmulo.
    De banho tinha pavor, parecia tortura. Lembro como se fosse ontem, ele fugindo calminho quando eu aparecia com a água e o shampoo. Estar junto da Turma Reunida era o que ele mais gostava...
    Nos últimos anos de vida ele acompanhava diariamente as vizinhas em caminhadas matinais. Não era completamente sedentário, mas era preguiçoso que só ele. Dormia muito e quando conversava com ele, logo soltava um sorrisinho safado, parecendo debochar da cara alheia. Ah! Adorava mexerica, pedia mais, puxava a calça e algumas vezes virava o lixo (e levava um xinguinho).

    Dia 16 de dezembro, um domingo, ele passou o dia andando de um lado para o outro impaciente. Até que começou a chorar. Era desesperador vê-lo chorando e não saber o que estava acontecendo dentro dele. Logo mais, começou a passar mal. Uma das cenas mais tristes de toda a minha vida. Ele sofrendo, triste, gritando, chorando. Não deu tempo de chegar até o veterinário e o Gordinho foi embora antes...
   A última imagem que tenho dele não é a melhor, mas foram tantos anos juntos que a sua alegria prevalece. O seu jeito safado e cachorro de ser, a felicidade que passava quando ia nos encontrar no meio do caminho na volta à casa. O companheirismo quando eu precisava ficar quieta, lá estávamos nós, ele deitadinho só observando enquanto eu falava e/ou fazia carinho na barrigona dele. Saudades...


Respondendo a questão...
Uma frase que ouvi há algum tempo me faz acreditar que 
"Cachorro não morre, vira estrela"
Estrela essa, que nos seguirá por toda vida e sempre brilhará por nós!

   
  1998, Fluck e as mãos do meu irmão

Não esqueça de deixar seu comentário.
Se passou por algo parecido, ou não, divida com a gente!  

Beijos ;) 

Read More......
domingo, 28 de fevereiro de 2010 Posted in | | 6 Comments »

Passando por um momento não tão bom na vida escutei uma historinha da Rita, uma pessoa pela qual eu tenho muita admiração.



Uma mulher passava por um momento difícil e se lamentava constantemente. Até que um velho experiente pediu para que ela pegasse um punhado de sal, colocasse num copo d’água e bebesse. Ela fez o que lhe foi pedido e indignada reclamou que jamais faria isso novamente, porque a mistura ficou muito ruim. Depois, o senhor pediu para que jogasse outra quantia de sal em um rio, enchesse um copo d’água e bebesse. Foi exatamente o que ela fez, e exclamou feliz que nada mudara. A água continuava boa!



A lição é a seguinte: o punhado de sal nomeado como problema na vida do ser humano, sempre existirá. Só é necessário saber onde guardá-lo. Deixar apenas no seu copo ou expor para o rio? Escolhendo o lugar certo tudo fica mais fácil, sempre! Jogue no rio seu punhado de sal de cada dia e seja ainda mais feliz!





Obrigada a todos que fizeram meu 2009 mais especial!

Que 2010 venha com toda força e coragem! Que todos os momentos se tornem inesquecíveis, as alegrias incontroláveis e as tristezas aprendizado!

Beijos e Feliz 2010!!!

Read More......
domingo, 3 de janeiro de 2010 Posted in | | 5 Comments »